Novo CD/DVD Diante do Trono 13 – Aleluia

As “porteiras” foram abertas e no dia 17 de julho de 2010, o Ministério de Louvor Diante do Trono gravou Aleluia, 13º CD/DVD da série, no Parque do Peão, em Barretos/SP. Pode-se dizer que a gravação foi um divisor de águas para cidade, grupo e todos que estiveram ali. E que este projeto seguirá marcando gerações no Brasil e mundo a partir de seu lançamento.

Havia grande expectativa para esta gravação, afinal seria a primeira longe de uma capital. E foi surpreendente. Ver aquela arena tomada de pessoas, que oravam, cantavam, proclamavam a unidade e choravam aos pés do Senhor Jesus fez cada momento de entrega, esforço e preparação valer a pena. A interação do público com o que ocorre no palco é característica marcante nos eventos do DT, em Barretos não foi diferente. Ver a reação dos mais de 60 mil adoradores foi especial e impressionante. A interação era evidente, a cada canção um toque de reciprocidade.

Na memória e no coração

Uma noite inesquecível para quem esteve na arena e testemunhou aqueles momentos. Mentes e corações jamais esquecerão aquelas canções. Do repertório doze são inéditas. As outras são regravações, músicas antigas do próprio Ministério. Cada uma teve sua importância e peculiaridade neste projeto.

Aleluia significa “louvado seja”. Cada canção deste álbum é um convite a adoração. A gravação tão esperada começou com a música tema Aleluia, cuja letra é uma declaração, um reconhecimento de que Deus ama e cuida dos seus. E que seus filhos estão cercados de bondade e misericórdia. Aleluia, aleluia! Louvado seja o Senhor.

Em seguida, com uma nova roupagem, arranjo e coreografia country, Este é o dia – canção do CD Exaltado, de 1999 – homenageia a cidade de Barretos que acolheu o Diante do Trono de braços abertos. Esta música é muito descontraída e convidativa. Todos se alegram, dançam e declaram que o Senhor é digno de todo o louvor.

Eis-me aqui – canção do CD Esperança, de 2004 – teve a participação da Pra. Ludmila Ferber, do Ministério de Louvor Adoração Profética, que fez um dueto com a Ana. Foi realmente um momento muito especial. Já seu irmão, André Valadão, interpretou Digno de Adoração, uma canção que exalta o nome do Senhor e declara: “Em todas as nações / Levantamos o Teu nome / Jesus / Digno de adoração”.

A gravação contou ainda com a participação especial de Cornélio Augusto, encenando e recitando versículos de Apocalipse. E José Auxiliador de Oliveira, um oleiro de Belo Horizonte, que fez um vaso no palco durante a canção Oleiro.

As composições são da própria Ana Paula Valadão, com exceção da Canção do Apocalipse, que encerrou a gravação. Esta por sinal tem sido cantada em diversos países, e a Ana sentiu que deveria trazê-la para a Igreja brasileira também. É uma verdadeira poesia baseada na descrição do Apocalipse, e foi um desafio traduzi-la.

Adorar a Deus plenamente é um desafio diário. Louvá-lo acima de qualquer circunstância, um princípio. ALELUIA traça uma proposta de reconhecimento e adoração ao único digno de ser louvado, Jesus. O projeto traz uma reflexão sobre o cuidado de Deus com seu povo e como este deve se posicionar frente a seu amor. Mostra também como é perfeitamente possível reconhecer as diversas ocasiões em que Ele usou de sua rica misericórdia para abençoar, é só olhar para si mesmo, trazer à memória a própria história.

Então, é tempo de se prostrar, de reconhecer, de adorar e bradar em alto e bom som: ALELUIA!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s