A Mão do Senhor é a nossa Força!

Houston street am
Esdras devia retornar de Babilônia com a finalidade de proclamar o edito que favoreceria aos judeus e que autorizava a construção de um templo para adoração a Deus, na cidade de Jerusalém. Todo grande empreendimento requer oração e espírito de recolhimento, e Esdras não quis iniciar a jornada sem a certeza de que Deus estaria no controle da situação. O caminho era perigoso e cheio de salteadores, que aguardavam escondidos suas inocentes vítimas.

O escriba de Israel conta que teve vergonha de pedir ao rei uma escolta de soldados para proteção durante o caminho, porque tinham dito ao rei que “a mão de Deus está sempre sobre os que O buscam” (Esdras 8:22). A fé tem que ser provada e demonstrada. Que mérito existe em acreditar num Deus todo-poderoso, se na hora de sair, partimos armados até os dentes para proteger-nos? Quer isso dizer que devemos deixar as portas de casa abertas, confiando que o Deus que guarda Israel vigiará e suprirá a nossa falta de cuidado?

Aqueles que pela comunhão diária com Cristo, tornam-se cada dia mais semelhantes a Jesus, nunca confundirão fé com presunção, mas também nunca empunharão armas, acreditando que Deus disse, na linguagem do povo, “cuida-te que te cuidarei”.

Prudência é uma coisa. Violência é outra completamente diferente. Jesus ordenou a Pedro que guardasse a espada porque aquele que “à espada mata, à espada morrerá”.

Esdras e os príncipes de Israel que deixaram Babilônia para edificar o templo de Deus em Jerusalém, conheciam o perigo da estrada e sentiram a necessidade da proteção divina, especialmente ao pensar que levavam com eles o equivalente a 5 milhões de dólares, que tinham sido recolhidos como ofertas para a construção da casa de Deus. A jornada foi dura. “Proclamei um jejum ali junto ao Rio Ava”, registra Esdras. Depois: “Partimos do Rio Ava… e a mão do nosso Deus estava sobre nós, e Ele nos livrou da mão dos inimigos, e dos que nos armavam ciladas pelo caminho” (Esdras 8:31).

Que grande pensamento este para todo aquele que tem que dar início a um empreendimento ou viagem. Como é animador saber que embora o caminho possa estar cheio de inimigos, “armando ciladas”, o poder sustentador do Pai é grande para se chegar são e salvo ao fim da jornada.

Não tema, se hoje você tem diante de si uma jornada cheia de desafios. Não tema se a embarcação parece tremer e tem muita gente torcendo para você afundar. Pergunte a si próprio: “Quem está no controle da situação? Já tive meu momento junto ao Rio Ava? Já passei tempo a sós com Jesus?” Então vá em frente, sem temor! – Escrito por Alejandro Bullon

Você pode não acreditar em Deus!

Você pode não acreditar em Deus, mas eu acredito.

Você não pode acreditar que há um, mas eu sei que há apenas um. 

Você pode acreditar que Jesus era apenas uma pessoa, mas eu sei muito mais.

Eu sinto-o dentro de mim. 

Se alguém já sentiu isso, é a coisa mais incrível do mundo. 

Você sente o calor. 

É tão reconfortante e interno. 

É um sentimento que você nunca vai se sentir menos que você tenha aceitado a Cristo em seu coração.

Amigos tornando-se um com Jesus é a melhor decisão que já fiz em toda minha vida. 

Eu sei o que é não acreditar em nada e pensar “por que coisas ruins acontecem e por isso eu me sinto assim, se há um Deus Todo-Poderoso?”

Eu sei o que sente. 

Mas tudo mudou. 

Eu sei o que estava faltando.

8390914430_5d0d08785f_z_large

Minha perspectiva sobre muitas coisas mudou. 

Eu vejo tudo como um presente. 

Eu vejo o meu sofrimento, dor e passado como presentes para fazer-me forte. 

Eu vejo o jeito que meu pai me tratou como uma fonte de poder, porque dá-me coragem para fazer as coisas que ele disse que eu não podia. Tudo o que Deus faz é um dom.

É tão incrível, porque Ele carregou a cruz,

Ele morreu para o topo da montanha. 

Ele levou seus encargos com Ele mostrou às pessoas a Luz através deles. 

Ele morreu por todos nós.

Ele sufocou até a morte para nós. 

Ele sabia que toda a sua vida que Ele nasceu para morrer. 

Ele é tão incrível e eu sou muito grato por ele.

Não importa quando você entregar sua vida a Jesus, é importante que você fazê-lo em tudo. 

Se você quiser saber mais ou pedir-me qualquer coisa, apenas a mensagem ou me perguntar. 🙂

Feliz Natal

Olá pessoal, Hoje é dia de festa em quase todo o mundo, pois é a chegada do natal.

Quero desejar ótimas festas, muita paz, confraternização, e o amor em nossos corações acima de tudo.

Que o menino, homem, filho de Deus, Jesus ilumine a caminhada, pos faltam apenas 7 dias para a chegada de um novo ano!

E, deixo com vocês, um wallpaper. Comemore, celebre, viva a vida do Senhor neste dia.

FELIZ NATAL

Os Illuminati – Quem São eles?

William Schnoebelen, ex-maçom, escreveu um livro intitulado “Maçonaria Por Trás da fechada de Luz” (Brasília: Propósito Eterno Editora, 2006) onde ele explica o significado da palavra Illuminat. Ele chama de “teóricos em conspirações” (p. 152) aquelas pessoas que afirmam ser esse grupo um “governo vasto e sombrio que busca dominar o mundo” (Ibidem). Ele está certo: há realmente aqueles que têm uma “síndrome de perseguição religiosa” e que “encontram” nas sociedades secretas pessoas “dispostas a persegui-las” por causa da fé. Isso é um exagero. Veja o que Schnoebelen escreveu sobre eles:

“O termo é o plural da palavra latim Illuminatus, que significa ‘o que é iluminado’. Desse modo, significa que uma pessoa recebeu por inteiro a iniciação que lhe foi oferecida pela maçonaria.

“Tecnicamente falando, um Illuminatus é um mestre maçom que recebeu toda ‘luz’ que a maçonaria pode conceder. Ele está além do 33º grau! (último grau de conhecimento na maçonaria) Tais pessoas são conhecidas como Mestres do Templo e são conhecidas coletivamente por outros nomes, além de os Illuminati.” (p.p. 152, 153).

Não devemos dar atenção ao grande número de artigos na Internet que mais se preocupam em alarmar do que instruir. Nossa preocupação não deve ser com algum ramo da maçonaria (mesmo que essa tenha um papel significativo no desenrolar da história) e sim em estarmos preparados para a Volta de Jesus (Ap 1:7) e não aceitarmos o sinal do poder representado pela besta de Apocalipse 13.

Se nos mantivermos fiéis a Deus nos últimos momentos da história, a graça de Cristo nos ajudará a sairmos vencedores na batalha entre o bem e o mal – mesmo que o diabo invista todo seu poder maligno para nos prejudicar. A comunhão com Cristo (Mt 11:28-30) e o conhecimento das profecias de Daniel e Apocalipse nos prepararão para enfrentarmos os acontecimentos que ocorrerão nos últimos dias: “Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia [do livro do Apocalipse] e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo.” (Ap 1:3).

Conteúdo extraído do site: http://novotempo.com/namiradaverdade/2010/09/15/quem-sao-os-illuminati/